sábado, 20 de março de 2010

Saúde investe no aprimoramento de sanitaristas

Parceria entre o Ministério da Saúde e a UFG garante, até junho, a formação de 634 especialistas em epidemiologia e geoprocessamento de dados

Aprimorar a atuação de profissionais da saúde que atuam nos estados e municípios nas áreas de epidemiologia e geoprocessamento de dados. Este é o principal objetivo de dois cursos de especialização que serão ministrados pela Universidade Federal de Goiás (UFG) a partir deste mês. Os cursos são resultado de uma parceria firmada em 2009, entre o Ministério da Saúde, por intermédio das secretarias de Vigilância em Saúde (SVS) e Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGETS), e a instituição goiana. Ao todo, serão formados 634 profissionais, sendo 481 em geoprocessamento em Saúde e 153 em Epidemiologia.

O resultado esperado é a melhoria das ações da área de epidemiologia, responsável pelo controle e revenção de doenças, e aumento da capacidade técnica para coletar e avaliar dados que subsidiam a rápida tomada de decisão. O material que será usado nas especializações é uma adaptação de um curso presencial produzido há dois anos pelo MS e a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ).

Fonte: http://portal.saude.gov.br

Um comentário:

Edilvo Mota disse...

Investir em promoção de saúde e prevenção de doenças é a premissa básica para garantir um sistema de saúde eficiente.

Saúde, como política pública, deve ser prioridade de qualquer governo.