sábado, 15 de janeiro de 2011

Desgoverno e tragédia

A (mais uma) tragédia ocorrida na região serrana do estado do Rio, desnuda como sempre a irresponsabilidade dos seguidos governos, por todos os recantos do país, em relação à política urbanística e à correta ocupação dos espaços.


O cidadão contribuinte é um mero joguete nas mãos da camarilha que dissemina discursos e pulveriza vidas humanas, seja fazendo vista grossa para a aplicação das leis de ordenamento do espaço coletivo, seja investindo (e desviando) dinheiro público sem planejamento e sem fiscalização dos órgãos igualmente omissos, coniventes e corruptos.

Resta agora apelar para a "solidariedade" do povo brasileiro. E gastar mais dinheiro público com ações emergenciais de socorro, evitáveis onde há prioridade para o planejamento e a prevenção.

Onde há (des)governo, sobra tragédia...

Um comentário: