segunda-feira, 14 de novembro de 2011

MINISTRO DA SAÚDE VISITA CIDADES DO TRIÂNGULO MINEIRO

Ministro da Saúde visita cidades do Triângulo


Walace Torres Jornalista

http://www.correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/ministro-da-saude-visita-cidades-do-triangulo/

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, cumpre hoje uma agenda de compromissos em quatro municípios do Triângulo Mineiro, entre eles Uberlândia. O cronograma contempla, principalmente, visitas a unidades de atendimento que mantêm credenciamento no Sistema Único de Saúde (SUS).



A chegada a Uberlândia está prevista para o início da tarde. Alexandre Padilha vai conhecer as instalações do Hospital Municipal e, em seguida, visita o Hospital de Clínicas da UFU, que, em outubro, inaugurou mais 15 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em área reformada com recursos do governo federal. A Secretaria Executiva do Ministério não informou se haverá algum anúncio de convênio ou de repasse de verbas. Hoje, umas das principais cobranças do poder público municipal é o aumento no repasse de verbas para média e alta complexidade.

Antes de desembarcar em Uberlândia, o ministro da Saúde vai a Uberaba, onde visita o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, o Hospital Hélio Angotti, que é referência no tratamento de Câncer, e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O Hélio Angotti teve autorizada a liberação de novos recursos para média e alta complexidade.

À tarde, Alexandre Padilha ainda vai a Santa Vitória e Ituiutaba, onde receberá o título de cidadão honorário concedido pelas respectivas câmaras municipais. O ministro deve passar a noite em Ituiutaba e retorna na terça-feira a Brasília.

Um comentário:

Edilvo Mota disse...

Em Araguari, o governo municipal insiste em propagar prestígio na esfera federal, por conta a aliança PMDB/PT.

Seria uma ótima oportunidade de trazer o ministro da Saúde à cidade, para conhecer os problemas, os avanços e, quem sabe, autorizar a liberação do prédio do famigerado hospital municipal, para utilização pelo Pronto Socorro Municipal (o que, pessoalmente, duvido que seja autorizado).